a pipa que precisa voar

circulo

dizem que é preciso a gente se resolver e eu estou me resolvendo. olhando-me por dentro com algum destemor e desavergonhada ternura, querendo compreender, acolher. e também transformar o que pede transformação. nisto tudo avanço cada dia um pouco e não tem sido fácil, não é uma experiência lisa, até ao contrário, mas estou decidida a não desistir. é bem verdade que não sou eu a criatura mais disciplinada do mundo para coisa alguma, nunca fui, mas para isso estou determinada, vou até o fim e ainda que me desvie pelo meio do caminho, que me perca, que me atrase, ainda que o cansaço seja mais do que o mínimo necessário ou aceitável, ao final de cada dia eu estarei ali: caminhando. ainda que seja em desafio, ainda que seja por pura rebeldia ou teimosia pura e simples de quem continua apenas porque pôs na cabeça que sim – eu estarei ali. resiliente, persistindo. de peito aberto, de olhos rasos, de cabelos emaranhados. e de alma tão leve quanto possa ser.

foto: Renata Penna

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s