do véu

foticosP-38

tenho as mãos atadas, e meus pés pesam tanto quanto chumbo. como se eu fosse prisioneira de alguma entidade misteriosa, que não se mostra a não ser por enigmas, adivinhas, espalhando pistas ao longo do meu caminho, que eu recolho e enfio fundo nos bolsos da frente, porque por ora estou demasiado cansada para raciocinar a respeito. quem me prende, quem me sustenta, se quero ir embora quem impede que vá? ora, basta de mistério. a resposta, como quase sempre sucede, está em mim. costurada por dentro, cosida diretamente nas entranhas, naquilo que tenho de mais genuíno, de mais profundo, de mais pessoal – tanto, que por fazer parte de mim mal consigo olhar, reconhecer, sem misturar-me. custa-me mirar racionalmente, pensar a respeito de modo lógico e coerente, sem deixar que se embacem os olhos pelas lágrimas acumuladas, pelas dores antigas que não senti de acordo e por isso me rondam quase todos os dias aguardando oportunidade de revelar-se novamente e agora quem sabe angariar a atenção merecida. tudo isso dói, quando tento colocar-me de pé e resolver o que precisa ser resolvido. quero falar racionalmente, quero traçar planos e metas, quero ter ideias produtivas e atacar com precisão o que deve ser atacado, mas não posso. não posso, porque há algo em mim que se encolhe e grita como animal ferido, em um guincho primal que se ouviria por toda a vizinhança, se de fato me saísse pela boca e se fizesse real, audível. entretanto, eu o ouço. e ele me fere por dentro, me embrulha o estômago. e me põe assim: inerte, inútil. estúpida.

foto: Renata Penna

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s