ata-me

e sobrevive em mim a pergunta, sussurrada ao pé do ouvido em voz rouca sem que eu saiba ao certo dita por quem: depois de nós, eu seria o que? quando as coisas serenassem e secassem as lágrimas e estivéssemos apartados, cada um com a sua vida e as suas dores enfiadas no bolso, e então eu abrisse os olhos de manhã e o sol invadisse o quarto e o despertador me chamasse a começar o dia, eu seria o que? quando a nossa primeira pessoa do plural se desfizesse em duas partes absolutamente separadas uma da outra, um mundo cortado ao meio e feito em dois pedaços, o que restaria em mim de definitivo? que palavras sobreviveriam à despedida, que coisas eu acharia bonitas, que alegrias me arrancariam um sorriso escancarado, eu choraria por quê, quais seriam os medos a me visitar muito tarde da noite, no escuro do quarto vazio onde eu dormiria só? quase sinto nascida no peito a vontade marota de descobri-lo, em um ímpeto investigativo que me mete medo ao mesmo tempo que me faz cócegas nas ideias, com marotice. é a vida brincando comigo, puxando sorrateira o tapete acomodado sob os meus pés, querendo zombar das certezas que nunca o foram de fato, porque a única certeza que a vida permite é o incerto em si, o transitório, a impermanência. sorrio para ela, como criança que desconhece os perigos e por isso arrisca aquilo que não sabe ainda que pode perder, nem quanto dói perdê-lo. ela me pisca, de canto de olho. muito convidativa. sedutora. perigosa. sinto um arrepio percorrer-me a espinha de cima a baixo, até espalhar-se pelos meus cabelos, agarrado às minhas ideias mais inconsequentes. depois de nós, haveria o quê? depois de nós, seria quem? a pedrinha atirada no lago de águas antes paradas e cristalinas, a pedrinha atirada em desafio, a desenhar círculos concêntricos de indisciplina, por pura rebeldia. a pedrinha atirada no lago. o lago. tudo isso que também sou eu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s