paralisia

ccbbteatro2P-12porque a gente inventa, veja você que ironia, tantas maneiras de fugir, de dar voltas, de escapar aos sinais que a vida nos dá e fazer de conta que não, que não é bem isso, que não se está vendo, que não percebeu. por mais que em algum lugar bem escondido a gente saiba muito bem da precisança, do imperativo da alma suplicando pela mudança que a vida avisa que está pra chegar, rondando, esperando no dobrar da esquina, no primeiro descuido. mas a gente mente, sabe. descaradamente. assoviando e revirando os olhos. tamborilando os dedos no tampo da mesa. a gente mente fazendo de conta que está tudo bem, que dá pra deixar pra depois, que é possível adiar mais um pouco, aguardar, esperar, tardar, mais adiante quem sabe, num ponto mais avançado no tempo, talvez numa outra vida. e não era isso, no fundo a gente sabe, era aqui, era agora. era a hora. era já. era sem demora. era o instante exato, preciso, mas a gente mente. sussurra uma desculpa inventada, e torce pra mentira vingar. torce pra gente mesmo cair na armadilha, acreditar no engano e botar a cabeça no travesseiro por mais uma noite, duas, por mais uma vida inteira. ainda que a gente não caiba mais no que está, ainda que a gente anseie em silêncio e de mãos amarradas por uma coisa diferente, nem sempre é possível vencer o medo – essa é a verdade comezinha e ridícula que a gente tem que engolir. nem sempre é possível driblar as próprias angústias, aquelas mais encruadas. nem sempre a gente consegue dar um nó na própria covardia. às vezes, ela sobrevive. fazendo troça da coragem que a gente queria ter, mas não veio. a coragem de olhar o susto com as pálpebras bem sustentadas, de encarar o abismo, de permitir a vida desconhecida, aquela apenas possível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s