sem fantasia


uma coisa ou outra coisa, e como é difícil às vezes saber o que se deseja, verdadeiramente e além da superfície. sentir-se capaz de apontar o dedo de maneira resoluta, os olhos fixos a mirar uma direção precisa e dizer em alto e bom som: “sim, é isto, vou por aqui”. e se não for? e se depois, vier a arrepender-se? e se descobrir no final das contas que era a outra coisa e não esta, que era aquilo e não isto, que era assado e não assim, que era acolá e não cá, que era o outro lado da mesma moeda? ufa, que trabalho que dá. examinar-nos atentamente em uma tentativa sempre estabanada de adquirir consciência. compreender-se: uma empreitada para a vida inteira e ainda assim, falta. e as vozes externas, tagarelando infinito enquanto tentamos acomodar as ideias num canto, em fila indiana, para que possamos examinar uma a uma com diligência, sem perder os detalhes, sem deixar passar as nuances mais delicadas, as reentrâncias. concluo: é preciso fazer calar. silenciar o que há do lado de fora, silenciar o que não nos pertence, silenciar o que é alheio e deste remanso fazer nascer uma sabedoria desconhecida, da quietude sorver algo que nos pertença de fato, algo que nos defina.  há em nós tamanha mistura e tanto ruído externo, desde que começamos a nos entender por gente. aceitamo-no, cotidianamente. mas quando se está diante da encruzilhada, quando a vida nos obriga à escolha de maneira irrecusável, é preciso despir-nos. o retorno. regressar ao que nos era primordial: a essência, aquilo que um dia foi semente. mirar-se no espelho: onde me reconheço? perguntar-se assim, sem rodeios, assombra. mas é urgente aceitar a pergunta. deglutir, mastigar. para que das entranhas, nasça a resposta. que não será fácil. será simples, talvez, o que é muito diferente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s